segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Apropriação indébita II


"...Carpinteiros, levantem bem alto a cumeeira. Tal como Ares, aí vem F., muito mais alto que o mais alto dos homens.

(Todo o carinho, velho Mautner, que, anteriormente, em roupas menores, recitava seus poemas socialistas em louvor à URSS – Cristo entre as nações – pelas ruas do Rio de Janeiro.)

Por favor, seja feliz, feliz, feliz com sua linda S.. Isto é uma ordem. Sou a maior patente do quarteirão..."

Boo Boo F.


"A ordem será cumprida assim que possível."

F.