terça-feira, 26 de agosto de 2008

Poemeto 02

Rotina

Se entrega
Esquece
Acaba e padece

A cantoria da cidade
Rouba-lhe o pouco
Outrora iminente,
sono. PORCO!

Molha, enche,
afoga, preenche,
solta, prende,
volta, sente,
chora.
Mente.
E volta às esquinadas.

- Hum. Como sempre.

8 comentários:

maria. disse...

adoro esse.

ISO 9001 BRASIL - Por Desidério disse...

Mazzzzzzzzzzzzzza guri, cada dia melhor hein!!!

Juliana Brião disse...

Vixi.... me perdi em alguma parte. aiuhsiahoasuahuiaihu

Beijos, Matheus!

Lisi disse...

Legal você ter me encontrado!

Tinha dado uma lida no teu blog e achei muito legal, só nãotinha comentadoainda...

Abraço!

Lisi disse...

Legal você ter encontrado meu blog!

Eu já tinha dado uma lida no teu e achei bem legal, mas ainda não havia comentado...

Abraço!

Lisi disse...

Mateus, responde a nova pesquisa do meu blog!!

Bj!

Andressa Xavier disse...

Oi!! Estou te "linkando"! Bj

ISO 9001 BRASIL - Por Desidério disse...

Cara,

Sou teu Fã, por favor autografa minha camisa.

Ha ! e ve se coloca seu sobremone, alias que é Volverine, o homem das unhas cintilantes.